Perito Grafotécnico: Entenda o que faz e como atua

0
339

O perito grafotécnico é um profissional que tem como função analisar a autenticidade de documentos e assinaturas, com o objetivo de identificar possíveis fraudes. Ele é responsável por avaliar a escrita e a assinatura de uma pessoa, comparando as características e identificando se elas são verdadeiras ou falsificadas.

Para se tornar um perito grafotécnico, é necessário ter formação em áreas como Direito, Psicologia, Letras ou áreas relacionadas. Além disso, é preciso ter conhecimento técnico em grafoscopia e documentoscopia, que são as áreas que estudam a escrita e os documentos, respectivamente.

O trabalho do perito grafotécnico é fundamental em diversas áreas, como em processos judiciais, onde a autenticidade de documentos e assinaturas pode ser determinante para o resultado final. Além disso, ele também pode ser contratado por empresas para verificar a autenticidade de documentos importantes, como contratos e procurações, por exemplo.

perito grafotécnico

O que é um perito grafotécnico?

Um perito grafotécnico é um profissional que atua na área de perícia documental, sendo responsável por analisar e identificar a autenticidade de documentos escritos, como assinaturas, escritas manuscritas, impressões digitais, entre outros. Ele é um especialista em grafologia, que é a ciência que estuda a escrita e a sua relação com a personalidade do indivíduo.

Formação acadêmica

Para se tornar um perito grafotécnico, é necessário ter formação superior em áreas como Direito, Psicologia, Letras ou Grafologia. Além disso, é preciso fazer cursos de especialização em Grafotécnica e Perícia Documental para aprimorar os conhecimentos técnicos e práticos necessários para a profissão. O perito grafotécnico também precisa estar atualizado sobre as leis e normas que regem a sua atuação, para garantir a legalidade e a credibilidade dos seus laudos periciais.

Habilidades necessárias

Além da formação acadêmica, o perito grafotécnico precisa ter habilidades específicas para desempenhar a sua função com excelência. Algumas dessas habilidades incluem:

  • Conhecimento em grafologia e análise de escrita;
  • Capacidade de análise e interpretação de documentos escritos;
  • Conhecimento em tecnologia e equipamentos utilizados em perícia documental;
  • Capacidade de comunicação e argumentação para apresentar os seus laudos periciais;
  • Ética e imparcialidade na análise dos documentos.
perito grafotécnico

Como se tornar um perito grafotécnico?

Cursos e especializações

Para se tornar um perito grafotécnico, é necessário ter formação em nível superior em áreas como Direito, Psicologia, Pedagogia, Letras, entre outras. Além disso, é preciso fazer cursos de especialização em Grafoscopia e Documentoscopia, que são áreas de estudo específicas para a análise de escritas e documentos.

Existem diversas instituições que oferecem cursos de especialização em Grafoscopia e Documentoscopia, tanto presenciais quanto online. É importante escolher uma instituição reconhecida e com professores qualificados para garantir um bom aprendizado.

Experiência profissional

Além da formação e dos cursos de especialização, é importante ter experiência profissional na área. É comum que peritos grafotécnicos tenham trabalhado anteriormente como peritos criminais, peritos judiciais, advogados, entre outras profissões relacionadas.

A experiência profissional permite que o perito grafotécnico tenha um conhecimento mais amplo sobre o sistema judiciário e as leis, além de ter tido contato com casos reais que ajudam a aprimorar suas habilidades na análise de escritas e documentos.

Leia também: Mapas mentais no estudo do direito

O que faz um perito grafotécnico?

Um perito grafotécnico é um profissional especializado em análise de documentos para identificar a autenticidade de uma assinatura ou escrita. Ele é responsável por examinar documentos em processos judiciais ou investigações criminais para determinar se a escrita é autêntica ou falsificada.

Análise de documentos

Na análise de documentos, o perito grafotécnico examina a escrita, a assinatura e outros elementos gráficos presentes no documento para determinar a autenticidade. Ele avalia aspectos como a pressão exercida na caneta, a velocidade da escrita, a inclinação e a coerência entre as letras e palavras.

Identificação de falsificações

O perito grafotécnico também é responsável por identificar falsificações em documentos. Ele utiliza técnicas de análise para identificar alterações, rasuras, emendas e outras evidências de falsificação. Ele também pode comparar a escrita em diferentes documentos para determinar se foram escritos pela mesma pessoa.

Elaboração de laudos periciais

Após a análise dos documentos, o perito grafotécnico elabora um laudo pericial. Neste documento, ele apresenta suas conclusões e as evidências que foram utilizadas para chegar a elas. O laudo pericial é uma prova técnica que pode ser utilizada em processos judiciais ou investigações criminais.

Quanto ganha um Perito Grafotécnico?

Um perito grafotécnico iniciante que faça análise de assinaturas mais simples para clientes particulares, pode ter um ganho inicial de R$ 2,5 mil por cada assinatura periciada. Se tratando de assinaturas mais complexas, este valor pode triplicar. No mês, os ganhos chegam a R$ 20 mil ou mais.

Áreas de atuação

O perito grafotécnico é um profissional especializado em analisar e identificar a autenticidade de documentos e escritas manuscritas. Ele pode atuar em diversas áreas, tais como:

Justiça

Na área jurídica, o perito grafotécnico é responsável por realizar exames periciais em documentos que possam ser usados como prova em processos judiciais. Ele pode ajudar a identificar fraudes, falsificações e adulterações em documentos como contratos, cheques, notas fiscais, entre outros.

Instituições financeiras

As instituições financeiras também podem contratar peritos grafotécnicos para verificar a autenticidade de assinaturas em documentos como cheques, contratos e outros papéis importantes. Dessa forma, é possível evitar fraudes e prejuízos financeiros para a empresa.

Empresas privadas

Empresas privadas podem contratar peritos grafotécnicos para investigar casos de falsificação de documentos ou assinaturas. O profissional pode ajudar a identificar fraudes em contratos, notas fiscais, recibos, entre outros documentos importantes para a empresa.

Leia também: Criar resumos: ferramenta valiosa

Conclusão

Em resumo, o perito grafotécnico é um profissional altamente especializado que trabalha com a análise e identificação de escritas e assinaturas. Ele é essencial em casos judiciais que envolvem documentos questionados ou suspeitas de falsificação.

Com sua expertise, o perito grafotécnico pode determinar a autenticidade de uma assinatura ou escrita, além de identificar o autor de um documento. Seu trabalho é fundamental para garantir a justiça e a verdade em processos legais.

Para se tornar um perito grafotécnico, é necessário ter formação em áreas como Direito, Psicologia ou Grafotecnia, além de realizar cursos específicos na área. É uma carreira desafiadora e que exige muita dedicação e estudo constante, mas que pode ser muito gratificante para quem tem interesse em investigação e análise forense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui